quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Astro

Ó escuridão , escuridão
dia tão claro que não tem dó
do sentido precioso
que é a minha visão
Eu podia anular-te
correr todas as persianas
e trancar todas as portas
para ...
não ...
te ver ...
ó luz !
Mas fechar-te , lâmpada minha ,
que me és Sol
não apagaria do céu
a lucidez que não sou eu
que és tu,
ó astro
meu ...


Luiz Sommerville Junior , 090220111028

2 comentários:

Eduarda disse...

Luis,

Só mesmo tu para escreveres assim ao SOL.

bj

Luiz Sommerville Junior disse...

Olá Eduarda , bom-dia ! Tinha saudade dos teus comentários . No meu agradecer-te envolvo também a a admiração que por ti nutro.
Muito grato.
Beijo