domingo, 30 de janeiro de 2011

Imortal

Imortal

O sorriso
que ofusca qualquer raio de sol,
O olhar azul
tão maior do que o mundo
A mão
que conduz e protege
A voz
plena de alegria e sedução
O abraço
perfumado de ânsias e suspiros
O beijo
que embriaga a alma desnuda
O desejo
que deu cor à vida

Imortal
Inatingível
Inabalável
Imutável

O nosso amor

1 comentário:

Teresa (Tera Sá) disse...

deixa dizer-te,

esse amor é eterno porque deixou
um poema perfeito que te completa,
outros mil que te consagram
para todo o sempre - poeta.

De quem te sabe tão bem como uma mãe.