domingo, 17 de abril de 2011

QUEM É ESTA MULHER?

Quem é esta mulher
Desajeitada?
Que comigo não se parece em nada.
Que é como outra qualquer
Maria com outro apelido
Que anda à toa sem saber
E para quem a vida não faz sentido.

Quem é esta mulher
Desajeitada e infantil?
Talvez tenha algo a ver
Com a que sonha, sonhos mil.
Apaixonada pela magia
Do Mundo que a rodeia
E pela poesia,
que a prende em sua teia.

Quem é esta mulher?
É personagem antiga, reza a lenda!
Que à poesia vai recorrer,
e ao orvalho caído das alturas.
A que procura alguém que a entenda
Nas fantasias e loucuras.

Já sei quem é esta mulher!
A quem os sonhos foram desflorados
Que revela não ser compreendida
Nos sonhos mágicos encantados
E se queixa do salto vertiginoso da vida.

Já sei quem é esta mulher!
Que abre sem cessar caminho
À conquista do seu dia
Despreza tudo o que é mesquinho
Escreve a tristeza, vive a alegria.
À conquista do seu destino,
Que um dia cintila
E no outro vacila
Com passos de peregrino
Um dia vai moribunda
No outro o Sol a circunda
Que a mim não se parece em nada.
Mas é nela a minha morada.


natalia nuno
rosafogo

8 comentários:

Kiro Menezes disse...

Uau... e que expressão de alma!

Belíssimo ♥

Runa disse...

Não importa o formato e o material de que é feita a caixa. O importante é a jóia que guarda dentro...

Beijos

Runa

Natalia Nuno disse...

Oi meu querido amigo, mas que comentário lindo, dos mais lindos que recebi até hoje, só podia vir dum grande amigo.

Beijinho Runa, grata pela estima
que é recíproca.

Maria Gomes disse...

Olá amiga, o nosso amigo Runa disse tudo, estão de parabéns os dois, mas que lindo poema amiga e não és nada desajeitada, beijinhos para vocês

Natalia Nuno disse...

Obrigada Maria, sempre gentil, de palavra amiga.

Beijinho

Ana Martins disse...

Eu também sei que é...
Beijos

Natalia Nuno disse...

Obrigada Kiro, pelo carinho.

beijo

Natalia Nuno disse...

Também para ti Aninha, um beijinho,
na esperança de que estejas feliz.

Obrigada, pelo carinho.