terça-feira, 23 de novembro de 2010

MEU AMOR...



Eu digo ao teu ouvido
Palavras de amor, não duvides!
Ouve, são palavras de amor intenso!..

Vê o meu sorriso,
este sorriso é só teu!
Lembra-te do meu sorriso comum
De sobriedade
E como ele agora mudou
Espelhando felicidade!


Toco o teu corpo
Estrada para os meus dedos
Vaguearem carícias de pele
E na tua pele escrevo
AMO-TE, ADORO-TE…
Risco viajante e vagabundo
Na pele inspiradora
Lá fora é o deserto
Tu és o mapa-mundo!


Entras em mim
Lacrimejo o teu corpo
Na tortura do desejo
Desgrenhado
E ávida cotejo,
Na luta corporal
E latejo!


Lábios que beijam e sussurram
Meu amor…meu amor
Pelo teu corpo
Libertador!
Quero o suplício
A tortura
Sou tua escrava
Com a tua bravura
Dentro de mim
Escava!


Não são apenas palavras
São amputações do espírito!
Entrego-me em aluvião
Incondicionalmente
Em ti busco o infinito!

23.11.2010

Marisa Soveral

3 comentários:

®wahine disse...

Ola Marisa! É com grande prazer que te recebo neste cantinho de poesia.Muito belo o teu poema estreia.

Sê muito bem vinda ao Tu Cá Tu Lá.


Beijo azul

Natalia Nuno disse...

Também gostei muito deste teu poema Marisa, sê bem vinda.

beijo

casos e acasos da vida disse...

Para mim é que é um grande prazer fazer parte deste sítio, onde essencialmente posso usufruir de boa poesia!..
Obrigada Fátima pelo teu convite e obrigada Natalia pelas tuas palavras.
Beijos,
Marisa