domingo, 20 de maio de 2012

Isto é amor

Na doçura dos teus beijos
O amor brota a florir
Como num fechar e abrir
A caixinha dos desejos.

Na ternura dos teus braços
A paixão fluí, flutua, eu amo
Com minha boca amor te chamo
Minhas mãos são como laços.

Na perdição do meu amor
Onde enlouqueço um pouco
Ao trocar um beijo louco
Que em nós eterniza o sabor.

1 comentário:

PÈTALA disse...

Olá Maria
Palavras cheias de fervor
Que tudo deixa sem jeito
Belos hinos ao amor
A jorrar dentro do peito.
Beijo.