sábado, 21 de abril de 2012

Corrente d’ água

Canta a água do ribeiro
Quando corre alegremente
Porque quer chegar primeiro
Aonde a leva a corrente.
Dança a água no riacho
Quando se enrola pela encosta
Com pressa de chegar lá abaixo
Desaguar é o que mais gosta
Corre a água, corre, corre
Pelas colinas da montanha
Sabendo que nunca morre
Corre, corre e sempre ganha
Passa a encosta e a colina
Como o caminhar do peregrino
Porque é esta a sua sina
Pois é este o seu destino.

3 comentários:

Fred Caju disse...

Demais! Curso inevitável e ao mesmo tempo surpreendente.

Aproveitando, deixo aqui um vídeo para xs leitorxs do espaço: http://vimeo.com/40411264

Natalia Nuno disse...

Concordo com o amigo Fred, sempre nos surpreendes.

Bjs

Maria Gomes disse...

Obrigada amigos Fred e Natália, beijinhos