terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Em frente ao mar encrespado


Esse beijo que me roubaste
em frente ao mar encrespado
foi doçura molhada
nos meus lábios grudada

Os olhos com que me olhaste
eram ondas de incertezas
cegos aos desejos
que de mim emergia

O corpo com que me abraçaste
sufocou no peito a voz
num silencio orquestrado
dum louco ardor castrado

E as mãos que me tocaram
foram pétalas de flores
caricias desvairados
em mim meu amor

Escrito a 24/11/13

3 comentários:

Joaninha Musical disse...

Super lindo este teu poema querida Liliana!! Gostei imenso!! Desejo-te um excelente 2014,tudo de bom para ti,espero que tenhas entrado neste novo ano com o pé direito. Muitos beijinhos,fica com deus e até breve!!

PÈTALA disse...

Liliana

O amor é belo, sempre!

Nesse mar de perdição
Em suas imensas cores
Quando toca o coração
Nada resiste aos amores!

Pétala

Fernando Santos (Chana) disse...

Belo poema...Espectacular....
Feliz Ano Novo....
Cumprimentos